3 opções de carreira para desenvolvedores web: front-end vs. back-end vs. full stack

Leia mais

3 opções de carreira para desenvolvedores web: front-end vs. back-end vs. full stack

Carreitas Desenvolvedor Web

Você abre o navegador, digita uma URL e aperta enter. O site carrega instantaneamente. Você está diante de uma página elegante, bem estruturada e visualmente incrível.

Quem são os responsáveis por essa experiência? Os desenvolvedores web.

Existem mais de 4 bilhões de sites na internet e esse número não para de crescer. Imagine o grau de seriedade do trabalho desses desenvolvedores, que são os responsáveis por programar, construir, analisar e manter todos esses sites.

Os sites são, hoje, componentes primordiais para a sobrevivência de qualquer tipo de negócio. E considerando que as tendências e práticas nesse segmento estão em constante mudança, não há escassez de trabalho para os profissionais que atuam com desenvolvimento web.

Mas como saber exatamente em que tipo de desenvolvimento web vale a pena trabalhar e treinar? Você deve ter pesquisado em sites de emprego ou procurado cursos online e, provavelmente, descobriu que o desenvolvimento web se divide basicamente em três tipos: front-end, back-end e full stack.

Se você, mesmo que superficialmente, já explorou HTML, JavaScript ou até mesmo Python, mas não sabe ao certo que caminho seguir, esta dica é para você.

Continuar lendo

Carros autônomos no Brasil: quando serão uma realidade?

Carros Autônomos no Brasil

A chegada dos carros autônomos no Brasil pode estar mais perto do que você imagina. Já existe tecnologia nacional em desenvolvimento para transformar em realidade a utilização de veículos automatizados que dispensam o motorista. É bem provável que, em pouco mais de uma década, esse tipo de carro já esteja rodando pelas ruas do país.

E isso deve acontecer mesmo com todos os entraves na legislação e infraestrutura viária brasileira. Nesse artigo, vamos explicar mais sobre as iniciativas de pesquisadores brasileiros nessa área e quais são os principais desafios para que os carros autônomos comecem a trafegar no Brasil.

Continuar lendo

Inspire-se na história de Diego Coutinho e torne-se um desenvolvedor iOS

Diego Coutinho

Há pessoas que encontram a vocação profissional desde cedo — e Diego Coutinho tem esse perfil. A internet sempre esteve presente na sua vida e lidar com tecnologia é algo que ele faz com facilidade. Então, ele transformou a paixão pela rede em trabalho.

A prática com programação começou antes mesmo de Diego se especializar na área. Porém, como a tecnologia evolui em um piscar de olhos, ele encontrou no programa Nanodegree da Udacity uma maneira de se atualizar e investir na carreira de programador iOS.

Continuar lendo

Você vai adorar o 'The Drawing Board', o podcast da Udacity

The Drawing Board Udacity

Nós somos muito sortudos por conversar e poder nos conectar com tantas pessoas incríveis ao longo dos muitos trabalhos desenvolvidos na Udacity, e a oportunidade de compartirlhar essas interações com a nossa comunidade é algo que sempre buscamos. Você está convidado para ouvir o novo podcast da Udacity: The Drawing Board!

Continuar lendo

De Minas Gerais para Califórnia: a jornada de uma desenvolvedora web

Letícia Lourenço

Aprendizado independente e multidisciplinaridade. Para Letícia Lourenço, são esses os fatores que a tornam uma boa desenvolvedora web no mercado.

Outro diferencial apontado por ela é o hábito de aprender de maneira self-paced, ou seja, respeitando o próprio ritmo e sempre buscando alternativas ao ensino tradicional. E foi por isso que ela chegou até a Udacity.

Letícia se interessa por tecnologia desde o Ensino Médio, quando cursou o técnico em informática. No vestibular, ela escolheu o curso de Sistemas de Informação para ter acesso a referências e oportunidades na área.

Mesmo assim, a formação acadêmica não foi suficiente. Ela acredita que, em sua profissão, a base de computação é importante para que o desenvolvedor web aprenda o básico de redes, banco de dados, programação, ciência, matemática etc.

No entanto, para suprir a necessidade de habilidades mais específicas, ela recorreu ao Nanodegree Desenvolvedor Web Front-End, oferecido pela Udacity.

Manter-se atualizado é fundamental para acompanhar o mercado da tecnologia. Por isso, cursos e especializações online muitas vezes são a melhor maneira de se alinhar às novidades e novas ferramentas de trabalho.

Em contrapartida, o ensino tradicional encontra muitas barreiras para manter a grade dos cursos atualizada conforme os avanços do mercado.

Continuar lendo

Quais são as diferenças entre os principais gadgets de realidade virtual?

Gadgets de Realidade Virtual

Quem está sempre de olho em tecnologia pode desfrutar de ótimas experiências com o uso de gadgets de realidade virtual.

Seja para jogos ou atividades comerciais, são diversas as opções encontradas desses dispositivos no mercado. Diante da variedade, é fundamental conhecê-los um pouco melhor para escolher o mais adequado para cada necessidade.

Os dispositivos de realidade virtual vão desde soluções simples, desenvolvidas com o uso de papelão, como o Google Cardboard, até aqueles de grande complexidade, como as alternativas para desktop.

Confira, a seguir, quais são as características de cada um desses gadgets:

Continuar lendo

Como se destacar na área de data science?

Paulo Vasconcellos

Quando viu pela primeira vez o anúncio de uma vaga de cientista de dados, Paulo Vasconcellos pesquisou e se interessou muito pelo trabalho desempenhado por esse profissional. “Não tive dúvidas, esse era o campo de trabalho que eu queria seguir. Foi assim que comecei a me especializar na área”, ele conta.

Formado em Tecnologia da Informação (TI), Paulo Vasconcellos sempre foi apaixonado pelo que faz. Ele trabalhou na área desde o começo da graduação e, após se formar, sentiu a necessidade de continuar estudando para acompanhar de perto do mercado dinâmico da tecnologia.

Porém, insatisfeito com a qualidade do ensino superior no Brasil, Paulo procurou formas alternativas e menos maçantes de se preparar para esse novo nicho de mercado.

O profissional afirma que “para aqueles que querem se engajar em uma área nova como data science, fazer uma faculdade pode não ser o melhor caminho. Por ser um assunto tão novo, não é nem mencionado nas instituições”.

Continuar lendo