Onde seu dia vai parar? Veja 4 técnicas de gestão do tempo

Udacity Brasil
12 de abr de 2018

Quando as tarefas acumulam e parecem não ter fim, uma série de emoções pode surgir, da raiva ao desespero. É aí que todos se prometem: a partir de agora, vai ser diferente. Sem um plano claro para gestão do tempo, no entanto, dificilmente será.

Afinal, onde seu tempo vai parar? Todos tem exatamente o mesmo número de horas num dia, mas há sempre alguém que parece fazer muito mais com as vinte e quatro que existem.

Saiba onde suas horas vão parar

Descobrir o que você faz com seu tempo é o primeiro passo. Para tanto, basta um teste simples: escolha um dia (ou dias) e anote o que você fez a cada hora. Não tem problema se a resposta for desanimadora, como ter visto três episódios seguidos no Netflix ao invés de estudar para seu curso online.

O importante aqui é construir seu registro de tempo. Com isso em mãos, você pode identificar com mais precisão onde está desperdiçando energia e minutos preciosos para se direcionar melhor da próxima vez.

Ao se conhecer melhor e entender se você rende mais de manhã ou à tarde, por exemplo, aumentam suas chances (realistas) de melhorar sua produtividade e pontualidade.

Leia: 4 dicas de um economista comportamental para ser mais eficiente

Junte seu registro de tempo e sua organização semanal

Uma ótima maneira de parar de perder tempo é organizar quanto tempo você precisa para fazer cada coisa na sua lista.

Suponha que a primeira coisa que você faz todas as manhãs é responder aos e-mails que chegaram. Se souber que isso costuma levar 40 minutos e não os 15 que você reserva normalmente, por exemplo, vai saber que encaixar uma reunião antes de completar essa tarefa vai atrapalhar seu começo de jornada. E por aí vai.

É possível estender esse pensamento ao longo de todo um planejamento semanal ou diário, alocando a quantidade de horas estimadas para cada coisa e dedicando-se a elas com afinco quando o momento chegar.

Assim sua lista de afazeres evolui: deixa de ser um pedaço de papel que serve como lembrete para se tornar uma agenda possível. É uma questão de organização e disciplina.

Leia: Como atingir seus objetivos de aprendizado do começo ao fim

Termine seu dia de trabalho positivamente

Deixar seu ambiente de trabalho de maneira positiva é um bom jeito de chegar mais energizado no dia seguinte. Para tanto, Deborah Bright, executiva de coaches e autora de seis livros sobre performance, sugere que se estabeleça um ritual de saída.

Você pode encerrar seu dia ao concluir uma tarefa pequena, como uma ligação ou um e-mail, rascunhar sua lista de afazeres para o dia ou dias seguintes (preferencialmente em ordem de importância) ou organizar sua área de trabalho. Importante é sair sentindo que sua última ação foi bem feita e te ajudou.

Na noite de domingo, recarregue as energias

Mesmo quem é apaixonado pelo que faz pode, num domingo à noite, sentir ansiedade ou preguiça pensando na correria dos dias úteis que vêm por aí. Um jeito de controlar esse sentimento, que pode muito bem contaminar seu início de semana, é garantir que esse momento seja ótimo.

Laura Vanderkam, que pesquisa sobre produtividade e sucesso profissional, explica que planejar algo leve e divertido para esse horário faz com que você anseie pela atividade em si ao invés de gastar suas horas pensando na segunda-feira. Afinal, ainda é domingo. Aproveite!

Leia: Descubra 6 habilidades que estão em alta no mercado