9 ferramentas que agilizam o desenvolvimento Android

Udacity Brasil
26 de fev de 2018

O desenvolvimento Android pode, às vezes, ser desnecessariamente vagaroso. Até profissionais experientes e com vários apps no currículo podem esbarrar em desafios que não são difíceis, mas demandam muito trabalho.

Na maior parte das vezes, no entanto, é possível pegar atalhos com ferramentas que maximizam a produtividade da equipe e, com isso, entregar resultados em menos tempo.

Abaixo estão 9 ferramentas capazes de deixar o desenvolvimento de apps para Android mais ágil e preciso.

Leia: Udacity e Google oferecem curso aberto: Desenvolvimento de Apps Android Avançado

9 ferramentas para agilizar o desenvolvimento Android

1. ADB Idea

O ADB Idea é uma plugin em código aberto para Android Studio e IntelliJ IDEA, especialmente útil para fazer testes de aplicativos em dispositivos.

Muito do tempo de desenvolvedores é investido na digitação de comandos para iniciar, reiniciar e limpar dados, entre outras tarefas, durante os testes.

O ADB Idea resolve esse problema com uma lista dos comandos mais utilizados que podem ser facilmente acessados e executados.

2. Gradle, Please

Todo projeto no Android Studio já vem estruturado para a utilização do Gradle como ferramenta de automatização de builds.

Uma das vantagens do Gradle é a possibilidade de adicionar bibliotecas externas ao projeto com uma simples linha de código, mas descobrir exatamente qual é essa linha exige tempo de pesquisa.

Com o Gradle, Please, basta digitar o nome da biblioteca na ferramenta para encontrá-la. O site tem inclusive uma lista de bibliotecas populares como Gson, Butter Knife, Picasso, entre outras.

Leia: 7 habilidades exigidas pelo mercado de Android Developers

3. Android Arsenal

Boa parte dos desenvolvedores Android já conhecem essa página, mas seria injusto não citá-la.

O Android Arsenal é um diretório categorizado de bibliotecas, ferramentas e projetos do SO da Google que pode potencializar o desenvolvimento de qualquer aplicativo.

Antes de iniciar um projeto, vale a pena pesquisar ali para encontrar recursos que poderão acelerar seu desenvolvimento.

Na mesma linha, há também o Awesome Android. Apesar de ser menor, ele tem uma curadoria mais atenciosa de conteúdo.

4. Instabug

O Instabug é um plugin que permite que os usuários reportem bugs encontrados no aplicativo – e capaz de ser integrado em menos de um minuto em praticamente qualquer app, seja de iOS ou Android.

Mas o grande diferencial dessa ferramenta é a usabilidade. Para reportar qualquer falha, os usuários (ou beta testers) precisam apenas chacoalhar os dispositivos e descrever a falha com desenhos na tela, screenshots, capturas de vídeo e até mensagens de voz, o que deixa o relato mais claro.

Pode ser muito trabalho corrigir um bug porque foi difícil entender exatamente o que aconteceu com o usuário. Com o Instabug, esse processo fica mais fácil.

Leia: Passo a passo: saiba como criar um app do zero

5. Stetho

Desenvolvido por engenheiros do Facebook, Stetho é uma plataforma de debugging em código aberto que simplifica significativamente o trabalho de depuração em aplicativos Android.

Com a ferramenta, os desenvolvedores podem utilizar o Chrome DevTools para inspecionar aplicações com muita agilidade em uma interface simples e familiar.

6. LeakCanary

O LeakCanary é uma ferramenta poderosa de código aberto criada para detectar vazamentos de memória (memory leak) em aplicativos Android.

Vazamentos de memória são causados quando a memória alocada em uma operação não é liberada no momento em que deixa de ser necessária. A repetição desse problema faz com que toda a memória disponível do sistema seja consumida e o aplicativo falhe repentinamente.

O tempo gasto para perceber e corrigir os erros que causam vazamentos de memória pode ser abreviado com o LeakCanary, que notifica desenvolvedores sobre o problema e traça um caminho até a parte errada do código.

7. Android Asset Studio

O Android Asset Studio é um conjunto de ferramentas para a criação ágil de recursos para aplicativos Android, como os ícones da loja ou de notificações.

Suas soluções permitem que mesmo um programador com pouco conhecimento em design consiga gerar assets para o aplicativo.

8. Vysor

O Vysor é uma ferramenta que projeta um dispositivo Android real na tela do computador e permite que o usuário controle suas funcionalidades com o mouse e o teclado.

Assim, o programa resolve um dilema de muitos desenvolvedores que querem testar o aplicativo em um dispositivo real, mas com a comodidade e a agilidade de um emulador no PC.

Também é possível utilizar o Vysor para fazer demonstrações do app em telas maiores, o que facilita a apresentação de suas funcionalidades e o feedback de equipes que participam de seu desenvolvimentos.

Por fim, há um recurso que permite que o dispositivo seja compartilhado na rede. Ou seja, mesmo profissionais que trabalham remotamente podem compartilhar um mesmo dispositivo físico durante o desenvolvimento.

9. Butter Knife

A biblioteca de código aberto Butter Knife é uma grande aliada da produtividade dos desenvolvedores e permite o binding automático de componentes visuais.

Na prática, ela elimina uma tarefa repetitiva e burocrática do desenvolvimento Android: as chamadas findViewById() para cada view.

Além de reduzir consideravelmente o trabalho de desenvolvimento, a Butter Knife também deixa o código mais limpo.

Leia: Como montar um portfólio de desenvolvedor e apresentar meu trabalho?