14 de jun de 2017

Das aulas de administração até os programas Nanodegree, a história de Breno Marques

Udacity Brasil

O que começou apenas como um hobby se tornou uma forma de criar soluções para o próprio cotidiano. Embora tenha formação acadêmica em administração de empresas, Breno Marques utiliza em casa um aplicativo desenvolvido por ele mesmo para a redução do consumo de energia.

O interesse pelo desenvolvimento tecnológico começou muito antes da ideia de iniciar cursos de capacitação. Agora, com o aprendizado adquirido com os programas Nanodegree, oferecidos pela Udacity, ele, aos 38 anos, encontra novas perspectivas profissionais, além da possibilidade de aplicar as habilidades adquiridas na empresa em que trabalha e na própria rotina.

Das aulas de administração até os programas Nanodegree

Breno Marques descobriu cedo sua paixão por tecnologia. Mas, a constante evolução tecnológica e o receio de que os cursos superiores apresentassem conhecimentos que rapidamente se tornariam superados levou Breno a escolher uma graduação em outra área, optando por Administração.

“A tecnologia está sempre em evolução. Eu poderia absorver muita teoria e metodologias, mas o que se aprende na parte técnica se torna obsoleto assim que você se forma. Seria necessário eu me atualizar de qualquer forma. Por isso, optei fazer uma graduação mais voltada a negócios e continuar evoluindo ao fazer cursos técnicos na área de tecnologia", destaca.

Embora tenha formação acadêmica em administração, Breno é especialista em sistemas, responsável pelo desenvolvimento de soluções para mobilidade para a sua empresa. “Trabalho na parte desenvolvimento de backend — softwares internos integrados a ERP, sistemas de vendas, tecnologia Microsoft e soluções mobile”, esclarece.

Em 2016, Breno Marques decidiu que seria importante aprimorar os conhecimentos sobre o desenvolvimento de aplicativos e estar mais capacitado às demandas do mercado. Nesse momento, ele recorreu aos programas Nanodegree, uma vez que esta especialização permite ao aluno aprender habilidades específicas necessárias para o mercado de trabalho.

“Eu já estava acostumado a aprender online. Procurei a Udacity para formalizar meu conhecimento e saber o padrão que o mercado segue, já pensando em novas oportunidades de carreira. Busquei um conhecimento destinado ao que é demandado pelas empresas de tecnologia. Era essa minha expectativa quando optei pelo curso de Android da Udacity”, salienta.

Desenvolvimento de aplicativos

Breno Marques iniciou o programa Nanodegree Desenvolvedor Android, criado pela Udacity em parceria com o Google. Agora, ele desenvolve um aplicativo denominado Cloud Vision. Essa é uma plataforma para facilitar o escaneamento de textos em imagens através da câmera fotográfica de tablet ou smartphone.

Utilizando a câmera fotográfica é possível capturar blocos de texto que serão facilmente salvos, compartilhados ou transferidos para a área de transferência do dispositivo. O projeto desenvolvido por Breno Marques procura atender qualquer pessoa com interesse em digitalizar texto para compartilhar ou produzir informações.

“Vamos supor que você queira registrar o odômetro do carro. Basta apontar o aparelho celular para aquele equipamento, que lerá a informação e registrará aquele número. Em sequência, será gerado um histórico de tudo aquilo que foi registrado e esses dados poderão ser transportados para planilhas, para o conhecimento de como está o consumo de combustível do carro ou quantos quilômetros foram percorridos em um período específico”, explica o desenvolvedor.

Soluções na própria residência

O projeto de Breno Marques ainda está em desenvolvimento e deverá ser concluído no primeiro semestre de 2017. Ele também aproveita o conhecimento adquirido no programa Nanodegree da Udacity para desenvolver outros aplicativos, como uma solução destinada para o controle de gasto de energia em residências.

O outro dispositivo desenvolvido por Breno é controlado por um Arduino Uno e um módulo ESP8266 que faz a comunicação via WiFi. Com base nas informações de consumo de energia, ele assegura já ter trocado vários equipamentos e alcançado uma economia de 25% de energia elétrica em sua residência em Maceió, Alagoas.

“Cada equipamento ligado à rede elétrica gera uma assinatura em que é possível identificar o equipamento que está gerando o consumo. Sendo assim, é possível saber a hora e por quanto tempo que um ar condicionado ou um chuveiro elétrico foram ligados e, com isso, também é possível mapear outros eventos realizados na casa. O objetivo é aplicar modelos preditivos na base de dados”, destaca.

De olho em novos conhecimentos e capacitação cada vez mais avançada, Breno Marques já planeja iniciar um novo Nanodegree: Engenheiro de Machine Learning. “Os aplicativos que estou desenvolvendo coletam dados. O meu objetivo é utilizar os modelos de algoritmos de inteligência artificial para analisar essas informações. Por isso, farei esse outro curso, para adquirir esse conhecimento”, salienta.

Breno avalia que as tecnologias que está criando poderão ajudar a transformar a vida das pessoas. “Às vezes, há o desenvolvimento tecnológico, mas nem sempre ele gera resultado. Quero fazer a tecnologia oferecer coisas úteis, soluções para o nosso dia a dia”, afirma.

Reconstrução de carreira

A capacitação necessária para vislumbrar uma boa oportunidade pode ser adquirida por meio dos programas Nanodegree. Esses cursos são a melhor alternativa para quem buscar desenvolver as habilidades e o conhecimento prático, a fim de ter uma nova perspectiva quanto a tendências e inovações tecnológicas.

Além dos conhecimentos técnicos, os programas oferecidos pela Udacity auxiliam na construção de carreira. Assim como os códigos desenvolvidos são analisados por revisores, os currículos dos estudantes são revisados para garantir que o estudante está demonstrando toda sua capacidade e potencial aos recrutadores.

“Fiz a minha revisão do currículo para esse curso, revisão do meu LinkedIn e revisão para GitHub. Esse é um grande diferencial: ter o auxílio para adaptar o currículo para atender novas oportunidades de mercado. No aprendizado com o programa Nanodegree, há a parte destinada ao desenvolvimento de código-fonte e a parte voltada para a carreira”, comenta o especialista em sistemas. “Como o curso é voltado para ser mão na massa e é necessário publicar aquilo que é desenvolvido, é criado um portfólio. Há a orientação sobre tudo o que deve ser publicado para mostrar o seu conhecimento a possíveis recrutadores”, complementa.

Quer aprender com as principais empresas do mundo, colocando em prática o conhecimento tecnológico e ainda ter seus projetos revisados por especialistas? Conheça mais sobre os programas Nanodegree da Udacity.


Udacity Brasil