19 de fev de 2018

Saiba como fazer testes A/B

Udacity Brasil

Úteis para provar hipóteses em diversas situações, que vão desde e-mail marketing até layout de páginas ou anúncios em redes sociais, testes A/B são uma excelente maneira de identificar as táticas que melhor funcionam para uma estratégia de marketing digital e o crescimento do negócio.

E quando bem feitos, podem fazer toda a diferença nos resultados da empresa.

É possível descobrir, por exemplo, que trocar o texto de determinada área do site aumenta as conversões naquela página, ou que um tipo específico de anúncio no Facebook gera mais oportunidades de negócio do que outras versões.

Existem diversas maneiras de errar na execução de um teste A/B e é importante saber como evitar as falhas mais comuns e realizar testes que possam fornecer dados e aprendizados relevantes.

_Entenda como fazer um experimento com testes A/B_

O impacto nos negócios

Testes A/B não servem apenas para resolver dúvidas e provar hipóteses: eles impactam também nos resultados financeiros de uma empresa.

Imagine que um e-commerce de equipamento esportivo está planejando ofertas especiais para uma promoção de Black Friday e precisa encontrar maneiras para gerar um senso de urgência nos visitantes.

A equipe de marketing da empresa decide, então, testar o uso de um contador regressivo na página inicial do site para mostrar quantas horas faltam para a oferta acabar.

Em vez de fazer essa mudança permanente, eles executam um teste A/B — ou seja, parte das pessoas que visitarem a página verão o contador regressivo e a outra não.

Com esse teste, a equipe descobriu que o contador regressivo aumentou as vendas durante a Black Friday em 53%.

Dessa maneira, o teste A/B gerou não só um aprendizado útil para o futuro como também foi revertido em lucro para a empresa.

Leia: 8 técnicas para aumentar o ROI de suas campanhas de mídia

Como fazer um teste A/B

Planejamento: defina um objetivo claro

Definir o objetivo de cada teste antes de iniciá-lo é fundamental para garantir seu sucesso. Pode parecer um passo óbvio, mas é aqui que muitas pessoas começam a errar.

Existem várias maneiras de determinar o objetivo de um teste A/B. Uma delas é utilizando o conceito SMART, que guia o objetivo com cinco características essenciais:

  • Specific (objetivo específico)
  • Measurable (objetivo mensurável)
  • Attainable (objetivo atingível)
  • Relevant (objetivo relevante)
  • Time-bound (objetivo com prazo definido)

Quando um teste atende a esses 5 pré-requisitos, está bem estruturado e encaminhado para o sucesso. Depois do planejamento, é hora da execução.

Leia: Profissional de marketing digital: 7 habilidades necessárias para alcançar o sucesso

Execução: siga um cronograma

Existem diversos tipos de teste A/B. No e-mail marketing, por exemplo, ele pode ser aplicado em páginas de conversão, call to actions (CTAs) ou formulários, entre outras possibilidades.

O teste será executado com ferramentas diferentes conforme cada situação, então é importante aprofundar os estudos sobre o tipo em questão.

Independentemente do canal em que a sua hipótese será testada, no entanto, uma premissa é sempre verdadeira: um teste A/B nunca terá sucesso se não seguir uma linha do tempo.

Primeiro, é preciso esperar tempo suficiente – e um número estatisticamente significativo de respostas – para que ele produza resultados relevantes, mesmo que isso cause certa ansiedade em quem quer resolver as coisas rapidamente.

Ter um cronograma claro para o teste, que determine quando ele começa e termina, ajuda nesse quesito. Siga o cronograma à risca.

Análise: saiba usar os dados obtidos

Todo teste A/B vai gerar uma variedade de informações e cabe ao executor do teste a função de agregar, analisar e interpretar esses dados.

No momento da análise, é importante voltar à primeira etapa, quando você fez o planejamento do teste. Por que ele foi feito? É o objetivo que vai nortear a análise dos resultados – não o contrário.

Se o seu teste foi bem-sucedido e a sua hipótese inicial foi comprovada, não se esqueça de elaborar um plano de ação que considere em sua estratégia os aprendizados recentes.

Caso sua hipótese não tenha sido comprovada com o teste, busque outros questionamentos. Eles podem levar a novos testes A/B, gerando a oportunidade de responder a outras perguntas importantes para o seu negócio.

Leia: Growth Hacking: entenda o conceito e aplicação no marketing

Aprimore suas habilidades de marketing digital

Além de testes A/B, há muitas outras ferramentas e conceitos capazes de melhorar estratégias de marketing digital e abrir novas oportunidades de negócios.

Para extrair o máximo de cada uma delas, é preciso angariar conhecimentos técnicos e estatísticos – e estudar.

Se você se interessou e quer se aprofundar no assunto, conheça o curso aberto Teste A/B da Udacity, criado em parceria com o Google!

Sobre o autor
Udacity Brasil

A Udacity, conhecida como a "Universidade do Vale do Silício", é uma plataforma online e global que conecta educação e mercado para ensinar as habilidades do futuro – de data science e marketing digital à inteligência artificial e desenvolvimento. Hoje, há mais de 7 mil alunos ativos no país e 50 mil pelo mundo.