Como se tornar um desenvolvedor Android

Allison Stadd
24 de abr de 2018

À medida que os aplicativos móveis conectam o planeta, o trabalho do desenvolvedor se torna cada vez mais enriquecedor, satisfatório e necessário. Afinal, hoje há apps tão populares que foram capazes de mudar a forma como pessoas se comunicam, consomem e aprendem.

É natural, portanto, que o trabalho de desenvolvimento de aplicativos para aplicativos móveis chame cada vez mais atenção no mercado atual.

E como se tornar um desenvolvedor? Aqui está o caminho das pedras resumido: você escolhe uma plataforma (como Android, iOS ou Windows Mobile), adquire as habilidades técnicas necessárias, aprimora suas competências comportamentais – e mergulha de cabeça.

Este artigo esclarece quais são os passos necessários para se tornar especificamente um desenvolvedor Android.

Leia também:

Por que Android?

O Android é o líder indiscutível do mercado global de smartphones. Graças ao crescimento de mercados emergentes como México, Turquia e o próprio Brasil, essa dominância tende a se manter por muito tempo. Essa liderança também representa uma importante segurança aos profissionais que trabalham como desenvolvedores Android.

Além disso, a plataforma Android é de código aberto, tornando o ecossistema do desenvolvedor dinâmico e enriquecedor.

Os desenvolvedores de Android costumam compartilhar dicas, macetes e tutoriais em toda a comunidade voltada a essa plataforma, aproveitando-se das vantagens de uma comunidade ativa.

Além disso, o Google também auxilia os desenvolvedores criando ferramentas como o Google Play Services para a execução de tarefas básicas como login, autenticação, localização e armazenamento, justamente para que os profissionais de desenvolvimento Android possam se concentrar na construção das funcionalidades principais de seus aplicativos.

Ou seja, agora é a hora perfeita para se lançar em uma carreira de desenvolvedor Android. Há uma oferta expressiva de empregos, a demanda por aplicativos Android promete continuar subindo ao longo dos anos e a tecnologia - que inclui aplicativos para wearables e aplicativos para TV - também avança exponencialmente.

Leia: Android x iOS: entenda as principais diferenças em programação e desenvolvimento

Competências técnicas: o que você deve aprender

Antes de qualquer coisa: conhecimento técnico. O desenvolvimento Android pode ser feito em um Mac, Windows ou Linux. Você também precisará de um dispositivo Android. Pode até usar um emulador, como o Genymotion, para desenvolvimento, mas eventualmente terá que fazer testes em um dispositivo real).

Abaixo, confira a lista das ferramentas imprescindíveis para se tornar um desenvolvedor Android:

Java

A ferramenta mais básica do desenvolvimento Android é a linguagem de programação Java. Para ser um desenvolvedor de Android competente, você precisará conhecer conceitos de Java como loops, listas, variáveis ​​e estruturas de controle.

Java é uma das linguagens de programação mais populares usadas pelos desenvolvedores de software hoje em dia. Então, aprender seu funcionamento auxiliará você durante jornada - mesmo em projetos que não envolvam a plataforma Android.

Aprenda Java com o programa Nanodegree Android Basics!

SQL

Também é preciso conhecer os fundamentos do SQL para organizar os conjuntos de dados dentro dos aplicativos Android. SQL é uma linguagem utilizada para recuperar informações contidas em bancos de dados. Desde que esteja apto a utilizar essa ferramenta, não haverá nenhuma dúvida cuja resposta você não possa buscar em seus dados.

Aprenda SQL com o curso aberto Intro to Relational Databases da Udacity!

Android Software Development Kit (SDK) e Android Studio

Uma das melhores partes do desenvolvimento para Android é que as ferramentas necessárias são gratuitas e fáceis de obter. O kit de desenvolvimento Android (Android Software Development Kit, ou SDK) está disponível para download gratuito, tal qual o Android Studio, que é o ambiente oficial de desenvolvimento integrado (IDE) para desenvolvimento de aplicativos Android.

O Android Studio é o principal programa usado pelos desenvolvedores para escrever códigos e montar seus aplicativos a partir de vários pacotes e bibliotecas. O SDK Android inclui, dentre outras coisas, códigos de exemplo, bibliotecas de software e ferramentas hand coding para ajudá-lo a criar, testar e depurar aplicativos Android.

Outro destaque do desenvolvimento Android é a facilidade de envio dos aplicativos desenvolvidos. Quando estiver pronto para enviar seu app para a Google Play Store, basta criar uma conta de desenvolvedor na Google Play (o que inclui pagar US$ 25 via Google Wallet), siga o checklist de lançamento Android, envie o app pelo próprio console do Google Play Developer, espere a aprovação do Google e logo ele será exibido na loja.

XML

Programadores usam XML para descrever dados. Dominar o básico da sintaxe XML será útil na sua jornada para se tornar um desenvolvedor Android, pois o auxiliará na execução de tarefas como projetar layouts de interface de usuário (UI) e analisar feeds de dados da Internet.

Muito do que você vai precisar de XML pode ser feito no Android Studio, mas é construtivo ter uma base nos fundamentos da linguagem markup.

Competências técnicas: como aprendê-las e utilizá-las

São muitos os recursos disponíveis para que os desenvolvedores Android aprimorem suas habilidades e compartilhem as dicas e práticas recomendadas.

Os favoritos dessa indústria incluem o Stack Overflow, Android Weekly, Android Dev subreddit, tutoriais do vogella e aulas no YouTube, além do site oficial do Google, o Android Developers — principalmente o módulo Building Your First App (em tradução livre, “Construindo seu próprio aplicativo”).

Existem também publicações impressas que tratam desse tema, como a Head First Java, Android Programming: Pushing the Limits e Java: A Beginner’s Guide.

Conforme você começar a avaliar suas pretensões de ingresso no mercado de trabalho, considere mostrar seu portfólio de projetos Android no LinkedIn, Xing, uma apresentação online ou em sites como Behance e GitHub.

Encontre-se, pessoal ou virtualmente, com outros desenvolvedores Android, gerentes e recrutadores em encontros como o droidcon e outros canais de conexão como grupos do LinkedIn, bate-papos do Twitter ou Quora. Você nunca sabe o que vai aprender ou quem vai encontrar.

Leia: UX e UI: quais são as maiores diferenças entre esses campos?

Competências comportamentais

Como em qualquer área de atuação, os conhecimentos técnicos são condição necessária, mas não suficiente. É preciso aprimorar suas habilidades interpessoais tanto quanto suas competências em codificação.

Perseverança

Em desenvolvimento de aplicativos, só a prática leva à perfeição. Claro que o começo é cheio de obstáculos e dificuldades. Por isso, é preciso um apurado senso de perseverança para guiá-lo na superação dessas fases de maior frustação.

Por sorte, o Android é uma plataforma de código aberto, e os desenvolvedores podem aproveitar as bibliotecas e frameworks criados por milhares de outros usuários e publicados em sites como o GitHub.

Senso colaborativo

A colaboração é fundamental nesse trabalho de desenvolvimento de aplicativos. Mesmo que esteja trabalhando sozinho em um projeto, em algum momento você precisará se conectar com outros profissionais (designers, profissionais de marketing, gestores) que atuam na organização.

Esteja aberto aos feedbacks sobre seu desempenho, comprometa-se e una-se a seus colegos de trabalho. Só assim você poderá criar produtos excepcionais.

Sede de conhecimento

Os bons profissionais estão comprometidos com o aprendizado contínuo. Especialmente no cenário atual de rápidas mudanças no desenvolvimento de aplicativos móveis - para wearables, aplicativos de TV e muito mais - os desenvolvedores devem manter seus olhos e ouvidos abertos para novas tecnologias e mudanças nas práticas adotadas. Independentemente do quão experiente você se torne, não perca a curiosidade de investigar, explorar e se informar.

O ponto de partida

Agora é a hora de lançar sua carreira como desenvolvedor Android. Como a tecnologia avança cada vez mais suas áreas de influência na vida dos usuários, seja no trabalho ou na educação, e segue ampliando os horizontes das experiências de usuários em múltiplos dispositivos com a nova linguagem Material Design, este é um momento particularmente empolgante para mergulhar de cabeça no desenvolvimento Android.

Vá em frente! Esta é a hora certa – e a Udacity pode te ajudar nessa jornada.

Agradecimentos especiais aos especialistas em desenvolvimento do Google, Enrique López-Mañas (@eenriquelopez) e Etienne Caron, e ao desenvolvedor da Udacity Eric Gonzalez pelas contribuições e revisões técnicas na concepção desse texto.

Artigo originalmente publicado no blog americano da Udacity