3 de mai de 2018

6 tecnologias de Star Wars que já são (praticamente) realidade

Udacity Brasil

O dia 4 de maio é conhecido por muitos como Dia de Star Wars, graças à sonoridade da data em inglês: "May [que também significa maio] the force [parecido com four, ou quatro] be with you".

Com isso em mente e uma nova franquia a todo vapor, vale investigar as tecnologias desta saga de ficção científica e constatar que, ao longo das décadas, muitas delas deixaram de ser coisa da cabeça de George Lucas para se tornaram realidade (ou quase isso).

Veja abaixo exemplos de tecnologias de Star Wars que existem, de uma forma ou outra, no mundo real:

Tecnologias de Star Wars na vida real

Hoovercrafts e outros carros voadores

Uma "moto" que voa com facilidade e rapidez por aí é o sonho de consumo de muitos e faz tempo que humanos dão duro para criar um modelo factível. A Kitty Hawk, a startup de carros voadores de Sebastian Thrun, presidente da Udacity, divulgou um teste recente de sua versão, o Flyer, voando acima de um lago. Larry Page, cofundador do Google, já está na lista de espera por um modelo.

Há diversos outros carros voadores impressionantes em desenvolvimento e com planos de chegar ao mercado (muito) em breve. Descubra diversos modelos neste artigo da Udacity.

Hologramas

Uma das cenas mais clássicas da franquia é a princesa Leia, em forma de holograma projeto por R2-D2, pedindo ajuda ao jedi Obi Wan-Kenobi.

Este tipo de visual está avançando em diversas frentes. Uma delas é a realidade aumentada utilizada por empresas como a HoloLamp, que mostra imagens 2D de tal maneira que o cérebro as computa como 3D – e não é preciso usar óculos especiais.

Mãos biônicas

Quando Luke Skywalker perder a mão num embate com Darth Vader, logo aparece com uma mão biônica, algo que não parece mais tão futurista. Há diversas companhias que trabalham com essa tecnologia, como a Touch Bionics, que permite até o uso de sinal Bluetooth para que o usuário personalize a experiência.

Robôs

É raro encontrar uma visão futurista que não inclua robôs e tudo indica que o futuro vai incluí-los de fato em diversas formas.

Embora ainda não possam se comunicar naturalmente como C3PO, há uma variedade de criações robóticas avançando, como Pepper (abaixo), o robô que recebe visitantes e fala diversas línguas, a Sophia, um robô humanoide que exibe emoções.

Droids de batalhas

Drones de batalha já são de conhecimento geral, mas e os droids? Tudo indica que estão a caminho também. Em parceria com a NASA e a Universidade Harvard, a equipe da Boston Dynamics criou um droid quadrúpede capaz de caminhar sobre terrenos defeituosos e se recuperar de obstáculos.

O projeto foi descontinuado porque seu maior investidor, a agência de inovação do Departamento de Defesa dos EUA, o considerou muito barulhento para o campo.

A Boston Dynamics voltou ao trabalho e criou o SpotMini, uma versão menor capaz até de abrir portas, e o Atlas, uma versão bípede (e particularmente intimidante).

Canhões de laser

Historicamente, departamentos militares não poupam esforços de inovação. Canhões de laser não ficaram atrás: duas das maiores empresas do mundo já criaram sistemas em operação (ou pelo menos à venda).

A Boeing criou o HEL MD, que libera um feixe capaz de fazer drones pegarem fogo, e a Lockheed Martin criou o ATHENA com o mesmo propósito. No futuro, estes aparelhos poderão ser acoplados a tanques e caças e também colocar mísseis na mira.

Leia também:

Udacity Brasil