22 de jan de 2018

Mudança de carreira para a área de marketing: afinal, o que é preciso?

Udacity Brasil

Alcançar o posto de um executivo C-Level em uma empresa multinacional pode ser o que muitos profissionais almejam para suas carreiras. Em contrapartida, deixar um cargo como esse para buscar novos rumos parece algo inimaginável. Porém, foi esse caminho que Nalu Tacini Feracioli seguiu. Ela é um exemplo de como a mudança de carreira para a área de marketing está se tornando cada vez mais comum.

Com muitas tecnologias novas em expansão, o marketing digital se consolida como um segmento que oferece um amplo leque de oportunidades profissionais. No entanto, saber como buscar um espaço nesse setor, como se preparar adequadamente e estar pronto para o que o mercado demanda não é tão simples assim.

Para chegar a essas respostas, saiba como Nalu fez a transição do cargo de CFO da Siemens, posição que ocupou por 10 anos, para a abertura do próprio empreendimento na área de consultoria focada em pequenos negócios — preparando-se para ser uma profissional de marketing.

Transição para o marketing

Formada em administração e pós-graduada em administração industrial, Nalu tornou-se CFO da Siemens — empresa na qual trabalhava desde 2005. Depois de 10 anos à frente do setor financeiro da multinacional alemã, contudo, ela decidiu abandonar o emprego e mudar de carreira. Inicialmente, a decisão foi recebida com espanto por pessoas que não compreendiam como uma executiva poderia deixar uma função com esse status para se arriscar em outra área.

“Pedi demissão e todos acharam que eu era maluca. Minha carreira foi muito meteórica, ninguém se conformava por eu ter pedido demissão para cuidar dos meus negócios. A empresa tinha 100 mil funcionários no mundo, e eu cuidava de um time de quase mil pessoas. E fui para um mundo que não conhecia bem”, relembra.

Antes de sair, Nalu já havia iniciado outros empreendimentos. “Abri um e-commerce de produtos de decoração, mesmo sem saber nada sobre o mercado digital. E chegou um momento em que decidi pedir demissão para cuidar dos negócios virtuais”, explica Nalu.

A mudança de carreira exigiu que ela se preparasse. O primeiro passo foi a realização de um MBA em marketing digital. O curso ofereceu o respaldo teórico para o desenvolvimento do e-commerce, mas não atendeu a todas as expectativas da empreendedora, que ainda sentia falta de colocar a “mão na massa”.

Marketing digital além da teoria

Perto de concluir o Master of Business Administration, Nalu conheceu o Nanodegree Marketing Digital da Udacity.

“No MBA, aprendi muita coisa, mas o que me chamou atenção no Nanodegree da Udacity foi o aprendizado com projetos práticos, além da possibilidade de contar com mentoria. Diferentemente de entender apenas a teoria, você pode aplicar o que está aprendendo enquanto estuda. Foi o que realmente fez a diferença na minha transição. Foi a chave que mudou minha carreira”, ressalta.

Com o aprendizado no Nanodegree, Nalu mudou sua trajetória dentro do marketing digital. Ela vendeu os e-commerces e passou a trabalhar com consultoria, aliando a experiência adquirida enquanto foi executiva com o conhecimento na nova área.

“Até então, tinha pedaços da história. A Udacity me ajudou a ver o todo e formatar melhor os meus serviços. Consegui alguns trabalhos importantes depois que passei a mostrar meu portfólio de projetos realizados durante o Nanodegree. Quando os clientes começam a ver o que você fez, quais estratégias é capaz de implementar, você consegue se posicionar melhor diante deles. Foi muito mais fácil”, avalia.

Nalu auxiliou indústrias, entre elas uma que buscava expandir negócios para a América Latina e carecia de estratégias de marketing. Como consultora, ela passou a fazer a interface entre empresas e agências de marketing, sendo responsável, principalmente, pela parte estratégica.

Aprendizado contínuo e networking

Além do aprendizado prático, o Nanodegree oferece mentoria aos alunos. Assim, é possível receber orientação contínua sobre como tornar as estratégias de marketing ainda mais eficientes.

“Desde o início, todos os módulos têm projetos práticos. Você faz uma campanha real no Facebook e consegue analisar a melhor forma de implementá-la. Também conhece os tipos de campanha, além de se aprofundar em quais estratégias usar. A partir do momento em que a campanha está rodando, é possível analisar se está dando certo ou errado. E há dicas de instrutores, como a possibilidade de melhorar o conteúdo e alcançar um resultado melhor. Nos fóruns de discussão, os mentores são muito proativos”, observa Nalu.

Em adição ao contato com mentores, os fóruns permitem que os alunos troquem informações e compartilhem dicas — mesmo depois de finalizado o Nanodegree. Assim, além do networking, esses profissionais mantêm um aprendizado contínuo.

“É bacana para trocar figurinhas. E como é um fórum global: você pode participar de discussões que não são restritas ao Brasil. Depois que formamos, ainda conseguimos trocar informações. Vira e mexe, alguém pede dicas, tira dúvidas, fala da carreira e de oportunidades”, acrescenta.

Depois de concluir o Nanodegree, Nalu ampliou sua carteira de clientes e passou a recorrer a outros profissionais para auxiliá-la no atendimento a cinco empresas com estratégias no Google e no Facebook — e outras três cujo escopo envolve estratégias mais completas com SEO.

Ao analisar a mudança de carreira para a área de marketing digital, ela não esconde a satisfação, mesmo tendo que abrir mão de um cargo importante em uma multinacional.

“Estou feliz da vida, valeu muito a pena. No começo, é um momento de transição difícil. Você deixa salário fixo, agenda atribulada e começa a ter de se organizar sozinha. Você é sua empresa e tem de formatar tudo. E o Nanodegree da Udacity realmente mudou minha visão.”

Contudo, a empreendedora alerta que a transição de carreira demanda preparação. “É preciso se preparar financeiramente. Minha mudança foi brusca, mas planejei durante um ano. No começo, as coisas podem não dar certo. Você tem de estar ciente disso e saber dos riscos. Vale muito a pena depois, mas é necessário tentar conhecer o máximo possível daquilo que você acha que é sua nova profissão”, destaca.

Nalu precisou de apenas 4 meses para concluir o programa da Udacity e estar melhor preparada para uma nova carreira. Aproveite e saiba mais sobre o que o Nanodegree Marketing Digital pode te oferecer!




Udacity Brasil