Udacity está entre as 10 startups mais inovadoras do mundo

Udacity Brasil
23 de mai de 2018

Anualmente, a CNBC, uma emissora de notícias especializada em negócios, elege as 50 empresas privadas mais disruptivas do mundo. Em 2018, a Udacity aparece em uma proeminente 8ª posição, graças ao seu "foco de laser em tecnologia".

Os negócios selecionados são variados, de hospedagem (a Airbnb) à exploração espacial (a SpaceX), mas têm diversas características em comum, como atuação inovadora em mercados que podem valer bilhões de dólares.

E falando em bilhões, 33 das 50 companhias já são avaliadas em mais de 1 bilhão de dólares – incluindo a Udacity, que conseguiu a avaliação em sua última rodada de investimentos – e ganham a alcunha de "unicórnios" no jargão do Vale do Silício.

Sebastian Thrun, cofundador da Udacity, explica o que é e como funciona um Nanodegree

Fundadada em 2011 para democratizar o acesso à educação de ponta, a Udacity cresceu exponencialmente nos anos subsequentes e hoje tem alunos em 160 países e mais de 120 empresas parceiras, incluindo Amazon, Google, AT&T e Facebook.

Seus programas Nanodegree incluem cursos de data science, machine learning, inteligência artificial, empreendedorismo, programação web e mobile e marketing digital, entre outros temas, para todos os níveis. Há também diversos cursos gratuitos disponíveis.

É possível tanto se aprofundar num tema como se capacitar em uma profissão totalmente nova, como cientista de dados – e aplicar logo seus aprendizados em projetos, que são revisados de maneira individual por especialistas.

A ideia é preparar alunos para o futuro e ensinar o que será útil no dia a dia profissional, preenchendo assim a lacuna existente no mercado de tecnologia. Para se ter uma ideia, há um déficit previsto de 449 mil pessoas na América Latina em 2019 só em áreas como tecnologia da informação e telecomunicações.

A missão da Udacity, que está constantemente adicionando novidades ao seu portfólio, é oferecer aos profissionais do mundo inteiro o conhecimento que precisam para conseguir um novo emprego ou avançar na carreira. "E isso acontece por uma fração do custo da maioria das ofertas de educação executiva", completa a CNBC.

Confira a lista completa das 50 empresas que mais disrupcionam suas indústrias abaixo:

As 50 empresas mais disruptivas de 2018

  1. SpaceX
  2. Uber
  3. Airbnb
  4. Didi Chuxing
  5. Lyft
  6. Grab
  7. 23andMe
  8. Udacity
  9. Rent the Runway
  10. Coinbase
  11. TransferWise
  12. Oscar Health
  13. Payoneer
  14. SurveyMonkey
  15. Progyny
  16. Adyen
  17. TheRealReal
  18. Indigo Agriculture
  19. Ezetap
  20. Peloton
  21. Ginkgo Bioworks
  22. LISNR
  23. WeWork
  24. Ellevest
  25. Zipline International
  26. LanzaTech
  27. Crowdstrike
  28. Xiaomi
  29. Flirtey
  30. Veritas Genetics
  31. Houzz
  32. C3 IoT
  33. Palantir Technologies
  34. Darktrace
  35. Duolingo
  36. Pinterest
  37. Thinx
  38. Robinhood
  39. Uptake
  40. Drawbridge
  41. InMobi
  42. Coursera
  43. Stripe
  44. Illumio
  45. Fanatics
  46. Auris Health
  47. Luminar
  48. Apeel Sciences
  49. GitHub
  50. SoFi

Leia também: