19 de jul de 2018

As vagas de freelancer que estão em alta no mercado

Udacity Brasil

Trabalhar de casa, ter horário flexível e ser seu próprio chefe são algumas das vantagens dos profissionais que vivem como freelancers. Com tendências e demandas que mudam rapidamente, esse mercado de trabalho tem crescido: apenas no primeiro trimestre de 2018, trabalhos ligados à internet e ao conteúdo online saltaram 58,4%, na comparação com o último trimestre de 2017.

O dado foi divulgado no último relatório "Fast 50" do Freelancer.com, que analisou mais de 415 mil postos de trabalho em todo mundo, publicados no site durante o começo do ano.

Assista ao webinar: Tecnologia e mercado de trabalho: mudanças, novas profissões e oportunidades

O que está em alta para freelancers

Com o reforço de sua presença online, as empresas procuram mais intensamente profissionais que possam melhorar sua apresentação no mundo digital. Assim, criadores de conteúdo, designers e programadores se destacam.

A demanda global por ilustrações e imagens digitais cresceu e gerou o aumento recorde de 109,3% nas oportunidades para After Effects, de 6.388 trabalhos, e 80,7% para Illustrator, de mais de 25 mil. A alta na busca por freelas para trabalhar com InDesign também é um recorde: 71,5%.

Mesmo em um mercado oscilante, a necessidade de criação de conteúdo escrito se manteve crescente: oportunidades em Article Rewriting aumentaram 51,1% no ano. Empresas internacionais de países que não falam inglês impulsionaram a procura pelo idioma, com crescimento de 103,5% na procura por inglês americano e 100% pelo britânico.

Para os desenvolvedores, as linguagens de programação JavaScript e C# lideram a demanda. Ofertas de trabalho com a linguagem Java subiram 59,1% na comparação trimestral, atingindo 27.228 vagas publicadas. Trabalhos oferecidos em C# foram 8.926, uma alta inédita de 62,1%.

Vagas relacionadas a data mining e processamento de dados também cresceram, respectivamente, 51,5% e 16,9%. Assim como ferramentas para marketing online: o Search Engine Marketing (SEM) cresceu rapidamente, com aumento de 78,6%.

Tabela traz categorias em alta para freelancers, como After Effects e serviços de aúdio

Vagas de freelancer: quedas e tendências

Para alguns designers, o mercado esfriou. A demanda por design de aplicativos e de etiquetas teve queda de 71,8%. A maior queda foi para desenvolvimento de e-mail, de 87,2%, devido a busca das empresas por produtos mais personalizados. Também parece que o livro em papel está de volta à moda: a procura por quem faça eBooks caiu 26%.

Enquanto isso, novas tecnologias ditam a tendência do mercado para o segundo semestre de 2018. O fenômeno da criptomoedas, entre elas o Bitcoin, e problemas com a segurança de dados na internet devem criar uma demanda mais forte por profissionais especializados. Blockchain, um software de segurança de dados, já teve um aumento na procura de 58%.

A inteligência artificial (IA), segundo o relatório, trará mudanças enormes para todo o mercado. Por enquanto, o site projeta que cargos, para humanos, relacionados a ética de IA e educação devem crescer. A alta anual da demanda de trabalho nessa área é de 106%.

Segunda tabela traz categorias em baixa para freelancers, como app designers e desenvolvedores de e-mail

Leia também:

Artigo originalmente publicado pela EXAME.com

Udacity Brasil